Brasil: Twitter e a Justiça Eleitoral divulgam acordo que visa combater as fake news nas eleições deste ano

A rede social Twitter anunciou nesta segunda-feira (4) iniciativas para fazer com que sejam veiculadas informações seguras e corretas sobre as eleições gerais que ocorrerão este ano no Brasil. A medida foi adotada em conformidade com as normas que regem o processo eleitoral e a atuação da Justiça Eleitoral brasileira, especialmente para o combate às fake news.

O leque de ações que a rede social divulgou está previsto em um memorando de entendimento firmado entre a empresa e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro, visando a coordenação de esforços no combate à disseminação de desinformação no processo eleitoral de 2022.

A parceria, que deve vigorar até o dia 31 de dezembro deste ano, tem como objetivo o enfrentamento da desinformação divulgada contra o processo eleitoral, principalmente para garantir a legitimidade e a integridade das eleições que serão realizadas no dia 2 de outubro.

No anúncio feito nesta segunda, o Twitter destaca as principais ações para facilitar o acesso a informações confiáveis e que proporcionarão às pessoas mais recursos para consultar as políticas da plataforma, bem como para identificar perfis de instituições, partidos políticos, candidatas e candidatos das eleições.

Desde o início da parceria com o TSE, foi ativada no Twitter uma funcionalidade que faz com que o primeiro resultado de buscas por termos relacionados às eleições seja uma notificação com um link para o perfil da Corte Eleitoral na plataforma (@TSEjusBR) e a página do órgão, ou Moments, com dados úteis sobre o processo eleitoral, como: mais informações e contexto sobre urnas electrónicas; e aviso sobre como tirar, transferir ou regularizar o título de eleitor.

Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: PRS considera que angolanos não sentem muita paz

Angola: PRS considera que angolanos não sentem muita paz

O Partido de Renovação Social (PRS) considera que ainda falta muito para que os angolanos possam sentir, na totalidade, os…
Cabo Verde pede 4 milhões de contos para enfrentar guerra na Ucrânia

Cabo Verde pede 4 milhões de contos para enfrentar guerra na Ucrânia

O ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, informou que o país necessita de mobilizar mais de quatro milhões…
Guiné-Bissau: Armazéns do Povo instala braço-de-ferro entre o Governo e accionistas portugueses

Guiné-Bissau: Armazéns do Povo instala braço-de-ferro entre o Governo e accionistas portugueses

Os Armazéns do Povo da Guiné-Bissau privatizados em 1992, instalaram agora uma polémica entre o Governo guineense e os accionistas…
NATO fala da necessidade de reforçar apoio militar à Ucrânia

NATO fala da necessidade de reforçar apoio militar à Ucrânia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, admitiu nesta quarta-feira, 06 de abril, que a Ucrânia necessita urgentemente de mais apoio militar.…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin