Cientistas criam gelo quente, preto e superiónico

Cientistas recriaram no Laboratório de Energias Laser em Nova Iorque uma nova forma de água que pode demonstrar como é o centro rochoso de planetas gigantes gelados.

Os investigadores dispararam um dos lasers mais poderosos do mundo contra uma gota de água, criando uma onda de choque que elevou a pressão para o equivalente a milhões de atmosferas e a temperatura a milhares de graus centígrados.

Os átomos da água bombardeada solidificaram-se e formaram gelo cristalino, evidenciando um conceito que já tinha sido teorizado há mais de 30 anos. A descoberta de agora permite confirmar a existência de um gelo superiónico, com propriedades consideradas invulgares. Um cubo desta água pesaria quatro vezes mais do que habitualmente conhecido, seria quente e preto em cor.

Os cientistas estimam que este gelo superiónico deva fazer parte do interior de vários planetas no Universo e a comprovação da sua existência pode permitir dar resposta a muitas questões sobre estes corpos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

O Governo angolano está a analisar a possibilidade de fretar um avião com o objetivo de trazer para Luanda os angolanos…
Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

Timor-Leste: Governo diz-se solidário com povo ucraniano

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, manifestou a solidariedade do seu Governo para com o povo ucraniano, que continua a…
Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 03 de março de 2022

O “Jornal de Angola” noticia “Angolanos que fogem da Ucrânia podem chegar a Luanda este mês”. Segundo a “Angop”, os…
Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin