Energia eólica pode travar aquecimento global

A implementação de cenários avançados de energia eólica poderia atingir uma redução nas temperaturas médias atmosféricas do aquecimento global de 0,3 a 0,8 graus Celsius até o final do século, de acordo com novos estudos.

“A ação antecipada vai colher frutos”, disse Rebecca Barthelmie, professora da Escola Sibley de Engenharia Mecânica e Aeroespacial. “Em termos de evitar o pior das alterações climáticas, o nosso trabalho confirma que acelerar a implantação da tecnologia de energia eólica é uma parte lógica e económica da estratégia necessária. Esperar mais tempo significará que ações mais drásticas serão necessárias.”

Barthelmie e Sara C. Pryor, do Departamento de Ciências da Terra e Atmosféricas da Universidade Cornell, foram os autores do estudo publicado na revista Climate. No entanto, e apesar das suas conclusões, os investigadores salientam que para evitar desastres ambientais, outras estratégias de redução de gases de efeito estufa também têm de ser implementadas.

Os recursos eólicos globais excedem a procura atual de eletricidade, disse Pryor, e o custo da energia das turbinas eólicas diminuiu drasticamente. “Faz todo o sentido implantar rapidamente a energia eólica como parte fundamental da descarbonização no fornecimento de eletricidade”, disse ela.

A indústria global de energia eólica está a crescer. Desde 2005, a capacidade instalada total de energia eólica global mostra uma taxa de crescimento anual de 14% para a Ásia, Europa e América do Norte. A produção global de eletricidade eólica expandiu de 104 terawatts-hora (um trilhão de watts por uma hora) em 2005 para 1.273 terawatts-hora em 2018.

Em 2019, a energia eólica gerou aproximadamente 6,5% dos 26.600 terawatts-hora da procura global de eletricidade. Seis países estão a gerar mais de 20% da sua procura, enquanto o Reino Unido, Alemanha e Espanha estão perto de atingir 20% da procura de eletricidade com energia eólica. A China informou que cerca de 5% de seu fornecimento de eletricidade vem da energia eólica.

Os Estados Unidos geram 8,4% de sua eletricidade a partir do vento, a partir de 2020, com seis estados (Texas, Iowa, Oklahoma, Califórnia, Kansas e Illinois) a conter mais da metade da capacidade de energia eólica, de acordo com a US Energy Information Administration.

As turbinas eólicas estão agora instaladas em 90 países, disse Barthelmie, gerando cerca de 7% da eletricidade global, e a expansão da capacidade instalada de energia eólica continua.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…