Tecnologia

Estudantes criam app sobre a lotação das praias portuguesas

Um grupo de estudantes portugueses criou em quatro dias uma aplicação que irá permitir aos utilizadores de 580 praias portuguesas saber qual o nível de ocupação do areal.

O projeto desenvolvido numa escola de São João da Madeira no distrito de Aveiro pelos alunos Bruno Dylan, Diogo Resende, Jorge Correia e Nuno Castro, do 12.º ano do curso técnico-profissional de Programação já está em processo de avaliação pela distribuidora de serviços digitais Google.

A aplicação será de utilização gratuita e irá chamar-se “SandSpace”. O seu principal objetivo é facilitar a decisão sobre ir à praia numa época balnear que terá restrições na utilização das praias. A app irá abranger toda costa continental de Portugal e também os arquipélagos dos Açores e da Madeira.

Serão os utilizadores de cada espaço balnear a fornecer à aplicação os dados sobre a sua ocupação de forma a que o software os converta num gráfico em que o verde significa pouca densidade, o amarelo indica um número já considerável de pessoas no areal e o vermelho uma lotação limite.

O sistema irá refletir a média de ocupação dos últimos 120 minutos e exibirá também qual o número de utilizadores que contribuiu para essa média. A aplicação exibirá a hora em que surgiram as indicações de praia verde e o momento em que apareceram os dados de lotação vermelha, para que seja possível verificar como a densidade balnear evoluiu nas últimas duas horas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo