EUA voltam a colaborar com a Huawei em tecnologia 5G

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos e outras agências norte-americanas concordaram em alterar algumas limitações impostas à empresa Huawei e anunciaram que irão também suavizar as regras para que empresas chinesas e americanas colaborem no desenvolvimento da tecnologia 5G.

O secretário do comércio, Wilbur Ross, confirmou a informação, salientando que o órgão, apesar das alterações, continua comprometido em proteger os interesses de segurança nacional e política externa dos EUA.

A decisão foi tomada devido ao anúncio dos avanços da Huawei no desenvolvimento da nova tecnologia. De acordo com a Strategy Analytics, a Huawei “é líder nas contribuições gerais para o 5G”.

Desta forma, os EUA, pretendem participar ativamente na definição dos padrões globais de comunicação , visando, ainda, consolidar a sua relevância neste contexto. “Os Estados Unidos não irão ceder a liderança em inovação global”, afirmou o secretário em comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

O Presidente russo recomenda aos países vizinhos da Rússia que “não agravem a situação, não imponham limitações”. Vladimir Putin diz…
Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

A Liga dos Bombeiros Portugueses anunciou nesta sexta-feira, 04 de março, que vai enviar na segunda-feira para a Ucrânia oito…
Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin