Europol desativa o maior mercado ilegal da Dark Web

A Europol comunicou pelo Twitter, no passado dia 12, que numa ação conjunta de polícias de vários países, lideradas pela Alemanha, foi desativado o “maior mercado de darknet do mundo”, cujo suposto operador, um cidadão australiano, utilizou para facilitar a venda de drogas, dados de cartões de crédito roubados e malwares.

A investigação internacional coordenada pela Europol contou com uma equipa composta por forças de segurança nacional da Alemanha, Austrália, Dinamarca, Moldávia, Ucrânia, Reino Unido (National Crime Agency) e EUA (DEA, FBI e IRS).

No momento em que foi desativado, o site, chamado DarkMarket tinha quase 500 mil utilizadores e mais de 2,4 mil vendedores.

A Europol estima que o site movimentou cerca de 140 milhões de euros utilizando criptomoedas. A infraestrutura do mercado também foi desativada, com as forças policiais confiscando mais de 20 servidores na Ucrânia e na Moldávia, onde a operação aparentemente estava localizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

O secretário-geral da Renamo, André Mangibire, afirmou à “STV” que duvida da existência de um novo líder da Junta Militar…
Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

A maioria dos candidatos presidenciais assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pacto da unidade nacional. O objetivo é assegurar a…
Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Já estão abertas as inscrições para uma formação gratuita em Marketing Digital na ilha da Brava, avança “A Nação”. Esta…
Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin