Ásia | Médio Oriente | Tecnologia

Facebook remove contas falsas ‘coordenadas’ nos Emirados Árabes Unidos, Egito, Nigéria e Indonésia

O Facebook anunciou a remoção de várias contas envolvidas no que chama de “comportamento inautêntico coordenado” nas plataformas do Facebook e do Instagram.

“Removemos várias páginas, grupos e contas envolvidas em comportamento falso coordenado no Facebook e Instagram”, escreveu Nathaniel Gleicher, chefe de política de segurança cibernética do Facebook, numa publicação datada de quinta-feira. “Encontramos três operações separadas: uma originada nos Emirados Árabes Unidos, Egito e Nigéria, e as outras duas na Indonésia e Egito”.

O comportamento inautêntico coordenado é definido pelo Facebook como “quando grupos de páginas ou pessoas trabalham juntas para enganar os outros sobre quem eles são ou o que estão a fazer”, conforme descrito por Gleicher numa publicação de dezembro de 2018.

As empresas que o Facebook alegou ter links para as atividades incluíram a Charles Communications nos Emirados Árabes Unidos, a MintReach na Nigéria e a Flexell do Egito no primeiro caso. O Facebook disse que o InsightID na Indonésia e El Fagr no Egito supostamente tinham links para os outros dois casos, respectivamente.

Gleicher disse que as medidas para cancelar as páginas, grupos e contas foram baseadas no seu comportamento e não no conteúdo publicado.

“Em cada um desses casos, as pessoas por trás dessa atividade coordenaram-se e usaram contas falsas para deturpar, e essa foi a base de nossa ação”, disse Gleicher.

As empresas de comunicação social como Facebook e Twitter enfrentam crescente escrutínio por governos fora dos Estados Unidos.

Ambas as empresas removeram contas das suas plataformas alegando ser uma campanha de desinformação contra manifestantes pró-democracia em Hong Kong.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo