Ásia | Tecnologia

Herdeiro da Samsung condenado a dois anos e meio de prisão por corrupção

O vice-presidente e herdeiro da Samsung, Jay Y Lee, foi condenado a dois anos e meio de prisão por corrupção e suborno. A decisão do julgamento foi divulgada ontem, dia 18 de janeiro, e é resultado da última instância em relação ao caso.

De acordo com o julgamento, Jay Y Lee participou ativamente num caso de corrupção que envolveu o governo da Coreia do Sul e que resultou na demissão da presidente do país, Park Geun-hye.

Na prática, o executivo da gigante tecnológica fez pagamentos a uma pessoa próxima da presidente em troca da facilitação de uma fusão entre afiliadas da Samsung.

Jay Y Lee foi inicialmente preso e julgado em 2017, mas cumpriu apenas um ano dos cinco após uma redução da pena. No entanto, o Supremo Tribunal da Coreia do Sul reabriu o caso, em agosto de 2019, de que resultou este novo julgamento.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo