ONU lança campanha para reduzir plástico nos oceanos

A Campanha “Clean Seas”, para reduzir o plástico nos oceanos, foi apresentada esta semana durante a Cimeira Mundial do Oceano, que decorre na Indonésia até 24 de fevereiro. Esta campanha é dirigida tanto às empresas do setor privado, como aos Governos e à sociedade civil .

Para o setor empresarial privado, a campanha propõe redesenhar e reciclar o uso de plástico, por exemplo, na produção de produtos de cosmética.

Para a sociedade civil passa por simples ações diárias, como a reciclagem, e uma mudança de atitude face a esta realidade. Já relativamente aos Governos, propõe-se uma maior atenção relativamente à venda de embalagens descartáveis.

A campanha “Clean Seas” pretende que, até 2020, sejam totalmente eliminadas as maiores fontes de plástico nos oceanos: os microplásticos de cosméticos e as embalagens descartáveis.

Estima-se que todos os anos sejam lançadas cerca de oito toneladas de plástico para o mar, o que representa 80% do lixo existente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…