Um terço de todos os voos poderia funcionar com hidrogénio verde até 2050, diz organismo internacional

O H2 renovável seria um combustível de aviação mais barato do que o hidrogénio azul ou e-querosene para viagens até 3.400 km, de acordo com um novo estudo da organização sem fins lucrativos americana, Conselho Internacional de Transporte Limpo, ICCT.

O estudo descobriu que uma aeronave turbofan LH 2, semelhante em design ao Airbus A320, poderia transportar 165 passageiros até 3.400 km, enquanto um avião turboélice menor poderia levar 70 passageiros até 1.400 km. Juntas, essas duas aeronaves poderiam atender a todos os voos de curto a médio alcance, que representam cerca de um terço de todo o tráfego aéreo de passageiros.

A Airbus é a única fabricante de aviões de grande escala que busca ativamente o desenvolvimento de aeronaves movidas a hidrogénio, revelando três novos designs de aviões H 2 em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin