Um terço de todos os voos poderia funcionar com hidrogénio verde até 2050, diz organismo internacional

O H2 renovável seria um combustível de aviação mais barato do que o hidrogénio azul ou e-querosene para viagens até 3.400 km, de acordo com um novo estudo da organização sem fins lucrativos americana, Conselho Internacional de Transporte Limpo, ICCT.

O estudo descobriu que uma aeronave turbofan LH 2, semelhante em design ao Airbus A320, poderia transportar 165 passageiros até 3.400 km, enquanto um avião turboélice menor poderia levar 70 passageiros até 1.400 km. Juntas, essas duas aeronaves poderiam atender a todos os voos de curto a médio alcance, que representam cerca de um terço de todo o tráfego aéreo de passageiros.

A Airbus é a única fabricante de aviões de grande escala que busca ativamente o desenvolvimento de aeronaves movidas a hidrogénio, revelando três novos designs de aviões H 2 em 2020.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

Comissão Mista Angola-Brasil reúne-se entre março e abril

A Comissão Mista Angola-Brasil vai reunir-se entre março e abril para impulsionar as relações de cooperação bilateral.  Esta foi uma…
Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

Timor-Leste: PR diz que Brasil pode apoiar na autossuficiência na agricultura

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, partilhou publicamente que o Brasil pode apoiar o seu país a tornar-se…
Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Cabo Verde: PAICV comenta abandono da barragem de Canto de Cagarra

Os deputados do PAICV eleitos por Santo Antão alertaram nesta quinta-feira, 05 de janeiro, para a situação de abandono da…
Mães e crias em migrações pouco pacíficas

Mães e crias em migrações pouco pacíficas

Uma mãe e a sua cria nadam, lado a lado, ao longo da costa numa zona de águas baixas. Depois…