Volkswagen quer tornar-se totalmente elétrica na Europa em 2035

O chefe de vendas da Volkswagen, Klaus Zellmer, disse ao jornal alemão  Muenchner Merkur, que os carros da marca só irão utilizar energia elétrica já em 2035 na Europa. O responsável acrescentou que o fim do motor de combustão interna nos EUA e na China virá “um pouco mais tarde”.

A gigante automóvel já tinha referido em comunicado: “Faremos que a nossa frota e toda a empresa sejam neutras em carbono até 2050, no máximo. A meta é que 70% de todos os carros Volkswagen novos na Europa sejam totalmente elétricos até 2030. Isso significa que a Volkswagen provavelmente produzirá os últimos veículos com motores de combustão interna para o mercado europeu entre 2033 e 2035. “

No comunicado lê-se ainda que “Espera-se que a saída ocorra um pouco mais tarde noutras partes do mundo, devido ao ritmo diferente de transformação e à contínua falta de clareza em alguns casos no que diz respeito ao ambiente político e de infraestrutura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin