Crise | Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: “O governo auto imposto não tem capacidade, nem competência, para resolver o problema” do Covid-19, diz DSP

Domingos Simões Pereira

Numa mensagem vídeo sobre a actual situação do Coronavírus, publicada esta quinta-feira 19 de Março nas redes sociais, o líder do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira (DSP), dirigindo-se aos seus seguidores e simpatizantes, disse que o governo de Nuno Nabiam, “não tem a mínima competência e capacidade para resolver este problema”.

Candidato na segunda volta da eleições presidenciais, Domingos Simões Pereira foi dado como derrotado segundo dados apresentados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), sendo o seu rival, suportado pelo Movimento para Alternância Democrática (MADEM G15), Umaro Sissoco Embaló, actualmente presidente da República e o seu aliado Nuno Gomes Nabiam, primeiro-ministro. Na sua mensagem Simões Pereira, acusou o governo de Nabiam de interromper o trabalho dos profissionais que estavam elaborar um plano de prevenção da pandemia do Covid-19.

O líder dos “Libertadores” sugeriu ainda ao governo de Aristides Gomes, e à sua Ministra de Saúde Pública, Magda Nely Robalo, para continuarem as campanhas de sensibilização que estavam a orientar a população.

Simões Pereira pediu também aos guineenses que “levem o assunto com muita responsabilidade” e frisou que a aplicação de “grandes medidas” não deve ser apenas sanitárias e de higiene, mas também as “medidas económicas e políticas” são necessários”, esperando que as orientações que virão do governo de Aristides, e a “prevenção colectiva” possam reduzir o impacto do Covid-19.

Por último, o dirigente do PAIGC, aconselhou a população a ouvir “as pessoas competentes”, e não prestar atenção a quem tem tendência de “atrapalhar a população” devido ao seu desconhecimento do problema que o país irá enfrentar.

Cuba disponível para ajudar a Guiné-Bissau face à epidemia

Uma brigada Médica Cubana, composta por 43 médicos, está disponível para ajudar a Guiné-Bissau a evitar a entrada e propagação do Coronavírus, confirmou Raul da La Peña, Embaixador da Cuba no país.

O diplomata cubano já transmitiu a informação à Ministra dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Suzi Barbosa, durante uma audiência na presença do Chefe da Missão médica cubana no país.

Laurena Carvalho Hamelberg

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: PUBLICAÇÕES DE 16 A 25 DE MARÇO DE 2020 – PROJECTO GUINÉ-BISSAU CONTRIBUTO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo