Crise | Segurança

Escolas continuam fechadas para mais de 127 milhões em África

A UNICEF alertou hoje para o facto de mais de 127 milhões de estudantes de escolas pré-primárias, primárias e secundárias da África Oriental e Austral permanecerem em casa apesar de estar previsto voltarem esta semana à escola.

O fecho de escolas em vários países desta região teve como objetivo responder ao perigo de contágio e propagação de Covid-19. No entanto, e apesar da adoção de abordagens inovadoras para garantir um ensino contínuo, a UNICEF refere que a abertura das escolas continua a ser fundamental.

A organização relembra que na África Oriental e Austral apenas uma em cada cinco famílias têm acesso à internet e que 84% da população rural, onde vive a maioria dos alunos, não tem acesso a eletricidade.

Como resposta, a UNICEF, que defende a reabertura das escolas, tem trabalhado com os seus parceiros para apoiar o ensino contínuo através de rádio, SMS e materiais impressos e preparou um guia técnico que inclui orientações para a reabertura das escolas em segurança.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo