Africell é a quarta operadora móvel em Angola

A empresa Africell Global Holding Ltd é a vencedora do concurso público para a atribuição do 4º Título Global Unificado para a prestação de serviço público de comunicações electrónicas, anunciou, ontem, o grupo de trabalho interministerial, criado para análise e avaliação do processo.

Segundo uma nota conjunta dos Ministérios das Finanças, das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social e da Economia e Planeamento, a candidata única submeteu, no prazo estipulado, a sua proposta que foi alvo de análise e avaliação por parte da Comissão de Avaliação, considerando os critérios de adjudicação estabelecidos no Caderno de Encargos e no Programa do Procedimento.

O comunicado refere que a Comissão de Avaliação concluiu que a proposta da Africell respondeu de modo satisfatório às exigências das Peças do Procedimento, assim como aos interesses do Estado angolano. Referem ainda que a operadora trará benefícios transversais a todos os sectores económicos do país, bem como para a população de forma geral e será factor relevante de projecção internacional e de contínua captação de relevantes investimentos estrangeiros directos para Angola.

“Após a conclusão da negociação e provimento dos termos finais estabelecidos, à Africell será concedida a licença TGU, para operar em território nacional e celebrará com o Instituto Angolano das Comunicações (INACOM) o respectivo contrato de concessão, selando assim o compromisso e a confiança no mercado nacional”, sublinha o comunicado.

A Africell está no mercado das telecomunicações há 18 anos, disponibilizando vários serviços a mais de 12 milhões de clientes. Em África está presente na Gâmbia, RDC, Serra Leoa e Uganda.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

O delegado da Inspeção Nacional das Atividades Económicas (INAE) de Nampula foi detido esta quinta-feira, 12 de janeiro, por ordens…
Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

A nuvem do designado “apagão da inteligência federal”, que estaria na origem da falta de antecipação sobre a manifestação e…
Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

O PAICV considera que a liberdade de imprensa em Cabo Verde está ameaçada. Um dos exemplos dados para essa afirmação…
Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

A FNLA considera que mesmo que aconteçam as eleições autárquicas no país, esse não será um processo eleitoral credível se…