Angola: Ampla Frente vai avançar e traz “grandes novidades” em agosto

A Ampla Frente para a Alternância em Angola vai avançar para enfrentar o MPLA, há 46 anos no poder, nas eleições gerais de 2022. O anúncio foi feito pelo líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, que prometeu “grandes novidades” em agosto.

A Ampla Frente integra os partidos da oposição UNITA, Bloco Democrático e PRA-JA Servir Angola. Apesar de em maio já ter sido avançada esta informação para o sufrágio do próximo ano, a mesma foi agora confirmada por Costa Júnior.

Segundo o dirigente, as negociações entre as três organizações políticas têm corrido bem, havendo como objetivo comum o afastamento do MPLA do poder em Angola.

O representante da UNITA, maior formação política da oposição no país, disse em entrevista que o país atravessa um momento “de grande preocupação”, havendo “intolerância política” e “má gestão” por parte do Governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin