Angola: Angolanos fugidos da Ucrânia podem chegar este mês

O Governo angolano está a analisar a possibilidade de fretar um avião com o objetivo de trazer para Luanda os angolanos que fugiram da guerra na Ucrânia. Estes encontram-se, até ao momento, refugiados na Polónia. 

Trata-se de uma informação avançada ao “Jornal de Angola” nesta quinta-feira, 03 de março, por uma fonte que acompanha o processo de evacuação e acolhimento dos refugiados angolanos, que, na cidade de Varsóvia, capital polaca, estão hospedados no Start Hotel Aramis. No entanto, ainda nada foi confirmado pelo Ministério das Relações Exteriores de Angola

Segundo a fonte, estima-se que o voo ocorra nos dias 08 e 09 de março e que albergue cerca de 200 compatriotas. 

Quanto às despesas com o hotel na Polónia, referiu que estão a ser inteiramente suportadas pelo Governo angolano, que criou um orçamento para esta operação, com três eixos de atuação: evacuação, acolhimento e transportação para Luanda. 

Criado Plano de Contingência de Evacuação 

O Ministério das Relações Exteriores anunciou em comunicado nesta quarta-feira, 02 de março, que foi criado um Plano de Contingência de Evacuação para assegurar a devida proteção consular dos angolanos retidos nas áreas de conflito na Ucrânia. O plano ainda está a ser trabalhado. 

Para isso, o ministério angolano encontra-se em estreita ligação com as representações diplomáticas da República de Angola na Federação Russa, Polónia, Sérvia e Hungria, para disponibilizarem todo o apoio indispensável. 

O Ministério das Relações Exteriores apela, apesar da complexidade da presente situação, a todos os compatriotas para uma melhor colaboração com as instituições angolanas acreditadas nos referidos países. 

Neste âmbito, manifesta o apreço pela colaboração dos líderes das comunidades angolanas das zonas afetadas e incentiva-os a continuarem na mobilização massiva de todos os cidadãos nacionais para se dirigirem às áreas indicadas pelas missões diplomáticas da República de Angola.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…