Angola

Angola: Ativistas condenados à prisão por protestarem

Os 11 ativistas detidos na passada sexta-feira, 08 de janeiro, durante um protesto contra o novo administrador do Cazenga, na província de Luanda, foram condenados a quatro meses de prisão. A decisão foi tomada pelo Tribunal Provincial de Luanda nesta terça-feira, 12 de janeiro.

No entanto, os arguidos acabaram por ser postos em liberdade, depois dcondenação ter sido convertida em multa. Estes terão de pagar cerca de um milhão de kwanzas (aproximadamente 1.240 euros). 

A defesa dos visados informou que vai recorrer da decisão do Tribunal de Luanda, uma vez que considera que o processo não teve provas suficientes que justificassem a condenação. 

Os jovens são acusados de danificarem o património da Administração Municipal do Cazenga durante a manifestação, nomeadamente uma porta, um sofá e alguns assentos. 

“Não se conseguiu provar que destruíram a porta, muito menos o armário. Como é possível dizer que danificaram o cadeirão? Ou teriam cometido danos sobre os três elementos ou sobre nenhum”expôs a defesa. 

Entretanto, foi avançada a informação de que, nos próximos dias, os jovens iriam apresentar um relatório sobre as condições “desumanas” nas celas do Cazenga.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo