Angola: Bento pede a militantes mobilização para o MPLA

O primeiro secretário provincial de Luanda do MPLA, Bento Bento, tem realizado desde esta terça-feira, 25 de maio, uma intensa atividade política no município de Cacuaco. 

Ao visitar o distrito urbano do Kicolo, onde teve um encontro com militantes do partido, apelou aos mesmos para que fossem dinâmicos na mobilização, tendo em conta os próximos desafios. Isto porque, realçou, “o Kicolo é bastião do MPLA e esse princípio deve ser levado em conta”. 

Foi ainda pedido um esforço conjugado da sociedade, no sentido da denúncia de infratores, “sobretudo daqueles que apostam na obstrução dos projetos de desenvolvimento da sociedade” e dos que fazem garimpo de água, em prejuízo da maioria da população. 

Por sua vez, os militantes apresentaram as muitas preocupações da população, como a falta de água e de energia em alguns bairros e também os problemas causados pelas chuvas, entre os quais a destruição de pontes e as dificuldades criadas à circulação entre setores. 

O Soba Grande do Kicolo, António Pedro, entregou uma carta a Bento Bento para que a fizesse chegar ao Presidente da República de Angola, João Lourenço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin