Angola: BNA regista 162 reclamações de fraude

O Banco Nacional de Angola (BNA) reportou, de janeiro de 2019 a setembro de 2021, um total de 162 reclamações de clientes sobre fraudes. O número foi avançado pela subdiretora do Departamento de Conduta Financeira, Zélia António. 

A fonte apresentou os dados durante uma videoconferência da Comissão do Mercado de Capitais (CMC), de abertura à Semana Mundial do Investidor. O evento começou na segunda-feira, 04 de outubro, e termina neste sábado, dia 09. 

De acordo com os referidos dados, só neste ano de 2021, que se encontra a menos de três meses de terminar, já foram registadas 71 operações reclamadas. Quanto a 2020, teve 52, e 2019, com 39, completando assim estes anos a estatística de fraudes em registo. 

Zélia António informou igualmente que, entre os meios mais utilizados para tentativas de fraudes, 53 ocorreram através de cartões de débito (multicaixas), 27 por depósitos a ordem e 19 nos ATM (terminais de multicaixas) e TPA (Terminais de Pagamentos Automáticos).

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: Consulado de Portugal abre agendamento para pedido de vistos

Angola: Consulado de Portugal abre agendamento para pedido de vistos

Consulado Geral de Portugal em Luanda anunciou a abertura, no próximo mês de fevereiro, de agendamento para pedido de vistos.…
Timor-Leste: Menos de metade dos beneficiários receberam cesta básica

Timor-Leste: Menos de metade dos beneficiários receberam cesta básica

As autoridades timorenses distribuíram cestas básicas a menos de metade dos beneficiários previstos durante os primeiros seis meses de implementação…
Cabo Verde: Governo fortalece cerco à criminalidade

Cabo Verde: Governo fortalece cerco à criminalidade

A Assembleia Nacional de Cabo Verde aprovou na especialidade, por proposta do Governo, as novas alterações ao diploma que aperta…
África do Sul trava entrada ilegal de moçambicanos no país

África do Sul trava entrada ilegal de moçambicanos no país

As autoridades sul-africanas impediram a entrada ilegal de 40 moçambicanos no seu território, por ocasião do regresso de várias pessoas…