Angola

Angola: BNA registou 759 reclamações no final de 2020

Banco Nacional de Angola (BNA)
Banco Nacional de Angola

O Banco Nacional de Angola (BNA) recebeu 759 reclamações no último trimestre de 2020. Metade das queixas eram relacionadas com transferências bancárias e contas de depósitos à ordem, que representaram 47% do total.

Também segundo as informações divulgadas, apesar de o número de reclamações registadas no Departamento de Conduta Financeira ser ainda baixo, uma vez que apenas 5,4 clientes em cada 100 mil apresentaram reclamações contra instituições financeiras de grande dimensão, houve um aumento de 50% comparativamente ao período homólogo de 2019, em que os consumidores de produtos e serviços financeiros apresentaram um total de 494 queixas.

As transferências (192) e as contas de depósitos à ordem (164) foram o motivo da maioria das reclamações. Entre as maiores reclamações sobre transferências estão a operação não efetuada/reconhecida, a demora na realização da operação e ainda a não disponibilização de valores ao beneficiário efetivo.

Sobre as contas de depósito à ordem, as queixas deveram-se a movimentação indevida, bem como à não disponibilização de numerário e comissões/despesas. 

Seguiram-se nas reclamações o crédito ao consumo (52), outros tipos de crédito (50),operações sobre o estrangeiro e crédito à habitação (41 em cada caso), máquinas ATM/TPA (34), cartões de débito (25), contas ordenado e operações cambiais (24 cada) e prestação de serviço (20).

Houve igualmente queixas sobre cartões de crédito, cobranças, cartões pré-pagos, contas de depósito a prazo, descobertos bancários, cheques, Internet Banking, Mobile Banking, contas de depósito Bankita e crédito automóvel.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo