Angola

Angola: CASA-CE considera PIIM “instrumento eleitoralista”

Líder da CASA-CE, André Mendes de Carvalho
André Mendes de Carvalho

O vice-presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes, avisou sobre a necessidade de o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) não se transformar num meio de enriquecimento ilícito por parte de alguns dirigentes. 

Para o também quarto vice-presidente da Assembleia de Angola, o projeto em questão está repleto de “vícios”. 

As declarações foram feitas numa conferência de imprensa realizada na sede da coligação, em Benguela. Manuel Fernandes aproveitou ainda a ocasião para afirmar que o referido PIIM não tem o objetivo de resolver os problemas dos cidadãos. 

A maneira como o PIIM foi concebido pelo Governo Central levanta várias suspeições, acrescentou. O político lembrou que o orçamento de suporte do projeto, uma iniciativa do Presidente da República, João Lourenço, vem do Fundo Soberano e o Parlamento não tem podido fiscalizá-lo. 

Como tal, defendeu, cabe à Assembleia Nacional aprovar o orçamento destinado ao PIIM. Nesse âmbito, acusou o Governo de não ter respeitado o Parlamento.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo