Angola: CASA-CE critica insultos desnecessários entre a oposição

O coordenador da CASA-CE, Manuel Fernandes, afirmou que a classe política angolana está profundamente dividida, principalmente os partidos da oposição. A coligação que preside não vai entrar nessa onda, garantiu.

Para o dirigente, 2021 foi um ano muito difícil para a CASA-CE. Já nas hostes da oposição há insultos desnecessários e irresponsáveis, constatou.

“Para o alcance das metas que nos propusemos é fundamental a unidade de ação das estruturas internas de cada partido membro da coligação”, referiu.

“Em Angola persiste a crise económica e financeira, desemprego galopante, a intolerância política, a pobreza e a fome. Como se não bastasse a classe política está profundamente dividida, não consegue destrinçar o que nos une, enquanto nação, e o que nos leva a competir para manutenção ou conquista do poder”, criticou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin