Angola

Angola: CASA-CE queixa-se da falta de transparência na recuperação de ativos

O líder do grupo parlamentar da CASA-CE, Alexandre Sebastião, declarou que o processo de recuperação de ativos constituídos com dinheiro público tem sido levado a cabo sem transparência. Recorde-se que este processo foi iniciado em 2019.

Em resposta à acusação, o presidente da bancada do MPLA, Américo Cuononoca, declarou que a recuperação de ativos tem sido um sucesso, bastando ver-se os resultados.

No entanto, Alexandre Sebastião justificou a sua posição ao dizer que a Procuradoria-Geral da República (PGR), entidade encarregue de conduzir o processo, limita-se a apresentar os ativos recuperados e nunca esclarece os critérios procedimentais usados para a recuperação dos bens.

“Não sabemos o que está por detrás desses processos, quanto dinheiro o Estado gastou ou se houve enriquecimento da parte das entidades privadas que teve a posse dos recuperados”, declarou o dirigente da coligação da oposição.

O político lamentou igualmente o facto de os deputados terem pouca informação sobre o caso. Tal leva a várias tendências de pensamento especulativo sobre o combate à corrupção, concluiu.

Apesar da pouca informação disponível, disse estar convicto de que a Lei de Repatriamento de Recursos Financeiros Domiciliados no Exterior do País não cumpriu o objetivo pela qual foi criada. “Por isso considero que foi um fracasso absoluto”, finalizou.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo