Angola: CASA-CE reflete sobre “o presente e o futuro da coligação”

Membros da coligação angolana CASA-CE

O líder da CASA-CE, Manuel Fernandes, apelou aos membros da coligação para serem resilientes e manterem-se firmes após os maus resultados das eleições gerais de 24 de agosto. Recorde-se que a coligação passou de 16 para zero deputados na Assembleia Nacional

O incentivo foi feito no sábado, 22 de outubro, durante a intervenção no Conselho Consultivo da organização política. Fernandes pediu união, trabalho abnegado, espírito de inovação e honestidade para que a CASA-CE possa avançar. 

“Temos de estar cientes que estamos perante a um novo cenário que nos remete a uma profunda reflexão sobre o presente e o futuro da coligação”, disse, citado pelo “Portal de Angola”. 

O dirigente considera necessário que os membros analisem as falhas ocorridas 
na preparação e durante o processo eleitoral, que originaram a perda dos 16 assentos parlamentares. Admitiu que houve falhas na execução de orientações, entre outras, na execução da estratégia eleitoral no contacto com os cidadãos e no recrutamento dos delegados de listas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…