Angola corta gastos militares em 66% nos últimos dez anos

O Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo indica que Angola reduziu em 66% os gastos com a defesa entre 2012 e 2021 (SIPRI, na sigla inglesa). No entanto, mantém-se como o quinto país da África subsaariana a ter mais gastos militares. 

Segundo o documento, o corte na defesa está relacionado com o agravamento das condições económicas em Angola a partir de 2015, principalmente devido às baixas do preço do barril de petróleo e às quedas na produção petrolífera, além do ritmo lento da recuperação económica nos anos mais recentes. 

Em 2021, as despesas militares na África subsaariana totalizaram 20,1 mil milhões de dólares, mais 4,1% do que em 2020. No entanto, foi menos 14% do que em 2012. A Nigéria surge em primeiro lugar se tivermos em conta apenas os países na África subsaariana que mais investem no setor da defesa.

Entre 2020 e 2021 a Nigéria aumentou as suas despesas militares em 56%, atingindo os 4,5 mil milhões de dólares. A subida deveu-se à necessidade de resposta aos ataques de extremistas islâmicos e separatistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Mais de cinco milhões de refugiados causados pela guerra

Ucrânia: Mais de cinco milhões de refugiados causados pela guerra

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) divulgou nesta quarta-feira, 27 de abril, novos dados sobre os…
Cabo Verde: PAICV acusa Governo de desvalorizar classe docente

Cabo Verde: PAICV acusa Governo de desvalorizar classe docente

O deputado Armindo Freitas, do PAICV, considera que a classe docente cabo-verdiana vive “um quadro negro e de angústia”, continuando a…
Angola: Presidente da FNLA validado pelo Tribunal Constitucional

Angola: Presidente da FNLA validado pelo Tribunal Constitucional

O Tribunal Constitucional de Angola validou nesta terça-feira, 26 de abril, o V Congresso Ordinário da FNLA que elegeu Nimi…
Moçambique: 14 insurgentes interceptados e  mortos em Cabo Delgado

Moçambique: 14 insurgentes interceptados e  mortos em Cabo Delgado

Pelo menos 14 insurgentes foram mortos a 22 de abril, na localidade Chipingo, distrito de Mueda em Cabo Delgado, pelas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin