Angola: Costa Júnior acusado de “financiar campanhas” nas redes sociais

O deputado David Mendes acusou nesta quinta-feira, 05 de novembro, o líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, de estar a “financiar campanhas de agitação política por meio das redes sociais”. 

A declaração foi feita em conferência de imprensa, a propósito da saída de David Mendes do Grupo Parlamentar do maior partido da oposição em Angola. O parlamentar independente afirmou que tem provas para sustentar todas as suas acusações. 

“Muito que há nas redes sociais é pago por Adalberto Costa Júnior. Há, de facto, uma pessoa do Movimento Revolucionário que tem escrito, a partir do Brasil, mensagens contra mim. O que as pessoas não sabem é que ele está no Brasil com uma bolsa de estudos paga pelo presidente da UNITA”, denunciou. 

O político disse ainda que falou pessoalmente com o deputado Nelito Ekuikui para bloquear os elementos que espalham mensagens nas redes sociais, por serem ofensivos e intolerantes para quem se manifesta contra o líder da UNITA. 

“As manifestações do dia 24 de outubro, do dia 11 de novembro e a do dia 4 de fevereiro de 2021 são programadas”, garantiu. 

David Mendes já enviou, entretanto, ao presidente do Parlamento o seu pedido oficial de saída do Grupo Parlamentar da UNITA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

UE sofre mais custos energéticos com sanções à Rússia

A Comissão Europeia assumiu nesta quarta-feira, 02 de março, que as sanções da União Europeia (UE) à Rússia vão ter “custos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin