Adalberto Costa Júnior com Umaro Sissoco Embaló

Angola: Costa Júnior ajudado por PR da Guiné-Bissau contra João Lourenço

O líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, está de visita à Guiné-Bissau, tendo sido recebido pelo Presidente da República local, Umaro Sissoco Embaló. O governante está a ajudar o dirigente do maior partido da oposição em Angola a ter contactos com líderes africanos. 

Recorde-se que Sissoco Embaló encontra-se há mais de um ano com relações cortadas com o seu homólogo angolanoJoão Lourenço. Assim, voltou a causar irritação ao regime de Angola ao ter recebido no seu país o presidente da UNITA, que terá recebido apoio diplomático para futuras audiências com políticos daquela região ao Norte de África. 

Embaló é visto como tendo interesse de aproximação com Costa Júnior para uma possível vitória da UNITA nas eleições gerais em Angola, marcadas para 2022Essa convicção é baseada no princípio de que em Angola, quem ganha a capital Luanda, ganha as eleições no seu todo. 

Costa Júnior é apresentado em várias projeções como estando na preferência de meios urbanos em Luanda, comparativamente a João Lourenço, que enfrenta problemas de popularidade e conflitos internos com uma ala interna do MPLA, que o acusa de perseguição. 

O motivo da rotura entre os dois chefes de Estado remete a março do ano passadoaltura em que Sissoco Embaló acusou publicamente João Lourenço de perseguição ao seu antecessor, José Eduardo dos Santos. 

João Lourenço, por sua fez, é visto como responsável por uma alegada interferência nas últimas eleições presidenciais da Guiné-Bissau, ao ter recebidopor duas vezes, o líder derrotado da PAIGC, Domingos Simões Pereira, numa altura em que naquele país existia ainda um contencioso jurídico eleitoral no Superior Tribunal.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: Governo quer garantir maior autonomia financeira dos municípios

Cabo Verde: Governo quer garantir maior autonomia financeira dos municípios

O Governo cabo-verdiano apresentou um pacote legislativo para assegurar maior autonomia financeira dos municípios. Neste sentido, defende uma efetiva descentralização,…
Guiné-Bissau: Liga dos Direitos Humanos alerta para a ameaça do extremismo violento

Guiné-Bissau: Liga dos Direitos Humanos alerta para a ameaça do extremismo violento

O Presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH), Augusto Mário da Silva, alertou as autoridades guineenses sobre a ameaça…
Banco Mundial corta apoio a Moçambique por desvio de aplicação de fundos

Banco Mundial corta apoio a Moçambique por desvio de aplicação de fundos

O Banco Mundial decidiu suspender o seu apoio ao Fundo de Gestão de Calamidades (FGC), gerido pelo Instituto Nacional de…
Vivem no estrangeiro cerca de dois milhões de emigrantes portugueses, segundo a ONU

Vivem no estrangeiro cerca de dois milhões de emigrantes portugueses, segundo a ONU

De acordo com as últimas estimativas das Nações Unidas, em 2020, havia cerca de dois milhões de portugueses emigrados a…