Angola: Covid-19 condiciona concessão de vistos para Portugal

A pandemia da Covid-19 é apontada como a causadora da demora existente na concessão de vistos para o território português, através do Consulado Geral de Portugal em Benguela.

A informação foi divulgada pelo novo responsável da instituição, Miguel Pires. Segundo o cônsul-geral de Portugal em Benguela, a situação poderá voltar ao normal assim que as autoridades sanitárias de Angola e de Portugal sinalizarem melhorias no controlo da doença.

As declarações foram feitas após um encontro de cortesia com o delegado provincial do Interior, Aristófanes dos Santos. O responsável acrescentou que a situação sanitária nos dois países, tal como na União Europeia, ainda inspira cuidados e que a mesma tem influenciado na rapidez da tramitação dos processos.

No entanto, frisou que dias melhores se avizinham, tendo em conta os resultados que ambos os países têm alcançado na contenção e controlo da Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin