Angola: Criação de uma Comissão Conjunta das Marinhas de Guerra angolana e francesa

Decorrem negociações para a formação de uma comissão conjunta das Marinhas de Guerra angolana e francesa, no decorrer da recente visita de João Lourenço a França.  

Prevê-se que a Marinha de Guerra francesa forme tropas da Marinha de Guerra angolana, no sentido de desenvolver um programa de exercícios para “salvaguardar o Golfo da Guiné”.  

Refira-se que a Marinha de Guerra angolana, em 2015, contava com 1000 elementos em comparação com 100 mil elementos no Exército e 6 mil na Força Aérea.  

Segundo especialistas do International Institute for Strategic Studies (ISSS), a “grande maioria dos meios da Marinha de Guerra são tutelados pelo ministério das Pescas e não pela pasta da defesa”. 

Angola faz parte da Comissão do Golfo da Guiné (CGG), que foi fundada após a assinatura do tratado, em 2001, integrando os seguintes países produtores de petróleo: Angola, Camarões, Congo, RDC, Gabão, Guiné Equatorial, Nigéria e São Tomé e Príncipe (STP).  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

O Ciclone Tropical “GOMBE”, o terceiro fenómeno meteorológico a afectar as províncias da Zambézia, Nampula e Cabo  Delgado depois das…
Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Pousou em solo nacional na manhã desta quinta-feira (10) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia 42 brasileiros…
Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, decidiu estender até 15 de abril o destacamento da Força Nacional de…
Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

O Programa Alimentar Mundial (PAM) avisa que o conflito existente na Ucrânia pode vir a causar aumentos adicionais de preços nos produtos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin