Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, acredita que a Guiné Equatorial está “a fazer a sua parte” para abolir a pena de morte. Recorde-se que esta é uma medida imposta pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para que se possa aderir à mesma. 

“O país está consciente das exigências da organização, incluindo os valores da organização. Portanto, o nosso dever é continuar a ajudar que todos os Estados-membros cumpram com os valores que a organização defende, e eu acredito que a Guiné Equatorial está a fazer a sua parte para que venha a cumprir com este critério, que é um critério importante para a nossa organização”, declarou. 

A afirmação foi feita durante uma conferência de imprensa realizada na sede da CPLP, em Lisboa, capital de Portugal. O governante angolano encontrou-se com o secretário-executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, realizado no quadro de preparação da XIII Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da organização. 

Téte António acrescentou que a abolição da pena de morte na Guiné Equatorial “é um trabalho que vai em progresso”

Recorde-se que esta abolição era uma das medidas previstas no roteiro de adesão do país em questão como membro efetivo da CPLP, em 2014, mas tal ainda não aconteceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Frelimo preocupada com acidentes de viação

Moçambique: Frelimo preocupada com acidentes de viação

O secretário-geral da Frelimo, Roque Silva, declarou que a prevenção dos acidentes de viação e o combate à Covid-19 devem ser reforçados. Isto porque, segundo o…
Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta sexta feira, refere que o número de casos confirmados de…
Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Dirigentes políticos timorenses defenderam nesta sexta-feira, 09 de julho, que a vice-primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, deveria demitir-se por motivos de “ética política”.  A…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin