Angola

Angola: Deputado da UNITA considera que assassinato do seu segurança foi um recado

(c) Pixabay

O deputado da UNITA Nelito Ekukui declarou que não tem dúvidas de que o assassinato do chefe da sua escolta pessoal, ocorrido na passada quinta-feira, 05 de setembro, foi um recado que lhe foi enviado e questionou o silêncio da Polícia Nacional (PN) em relação ao caso.

Entretanto, a PN assegurou que está à procura dos presumíveis assassinos.

O segurança Kiesse João foi atingido com dois tiros de pistola na zona pélvica na altura em que saía de casa para a residência do deputado da oposição. O funeral foi realizado nesta segunda-feira, dia 09, em Luanda, na presença de familiares, colegas e amigos.

Nelito Ekuikui reiterou que, após terem atingido Kiesse João, os supostos assassinos permaneceram no local durante mais de 20 minutos até terem confirmado a morte do segurança, o que, para o político, “é um recado que os indivíduos procuraram dar”. Acrescentou ainda que, até ao final do enterro do malogrado, a PN “não deu qualquer explicação oficial à família”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo