Angola e Áustria assinalam 40 anos de cooperação

Angola e Áustria celebraram em Viena, capital austríaca, o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre ambos os países. O evento contou com a presença da Missão Permanente da República de Angola nas Nações Unidas e de outras organizações internacionais. 

Segundo uma nota da Embaixada de Angola na Áustria, o sucedido assinalou a acreditação do primeiro embaixador deste país europeu em Angola, com residência na Zâmbia. 

Uma maneira de marcar a data foi a organização do Fórum de Negócios Angola-Áustria, levada a cabo pelas duas embaixadas. Este evento teve como lema “Dois países, dois continentes, oportunidades partilhadas” e foi realizado em formato virtual. 

No fórum participaram membros de Governo, diplomatas, empresários, homens de negócios e interessados, para que fosse analisado o potencial dos dois países. 

Angola e a Áustria mantêm relações normais de cooperação, principalmente nos setores político e diplomático, transportes, educação e saúde, Agricultura e Pescas, Indústria e Comércio, Hotelaria e Turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin