Angola

Angola: Empresas angolanas dizem que fraudes têm aumentado

Metade das empresas angolanas afirmou que considera que os casos de fraude aumentaram desde 2019, de acordo com a edição do “Fraud Survey Angola”, da Deloitte. 

O estudo, realizado entre 29 de junho e 17 de julho e que avalia as perceções relacionadas com o tema da fraude no mercado empresarial angolano, refere ainda que 61% dessas empresas acredita que o número de ocorrências vai aumentar no futuro. 

Mais de 60% de empresas tiveram “conhecimento de algum evento de fraude no meio empresarial”, pode ler-se no documento. 

Já 32% dos inquiridos disseram que a sua empresa teve alguma situação de fraude no último ano. Os principais custos associados a esses casos, acrescentaram, foram a perda de reputação (46%), o desvio de fundos (38%) e a realização de negócio (33%)”. 

Quanto aos principais responsáveis e modalidades de fraude, mais de dois terços (69%) indicaram “os quadros médios e superiores” das empresas. 

Por setores, concluiu-se que os serviços financeiros são os mais expostos a este tipo de crime. Mais de metade (57%) apontou essa área, seguida dos bens de consumo (16%) e de serviços não financeiros (15%).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo