Angola

Angola: ENI quer investir sete biliões de dólares no país

A petrolífera italiana ENI-SPA anunciou que quer investir, até 2025, sete biliões de dólares na pesquisa, produção, refinação e energia solar em Angola. A informação foi avançada à imprensa em Luanda, após uma audiência que o Presidente angolano, João Lourenço, concedeu ao presidente do Conselho de Administração da ENI-SPA, Claudio Descalzi. 

À saída do encontro, o presidente executivo de Upstream da ENI, Guido Brusco, disse que João Lourenço e Claudio Descalzi analisaram os projetos para a produção de gasolina e diesel biológico. São projetos que deverão impulsionar a agricultura e reduzir as emissões de carbono. 

Brusco declarou ainda que a província do Namibe poderá contar, dentro de um ano, com um projeto de produção de 50 megawatts para substituir o sistema elétrico a diesel, que permitirá poupar quatro vezes mais do que se gasta atualmente. 

Segundo o próprio, os investimentos em curso vão garantir um grande número de empregos, sobretudo no domínio da agricultura. 

Foram também reportados ao chefe de Estado os sucessos alcançados na implementação de vários projetos na área da pesquisa e produção, nos últimos três anos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo