Angola

Angola: Família de João Lourenço envolta em negócio de diamantes

Presidente de Angola, João Lourenço
João Lourenço

Familiares do Presidente da República de Angola, João Lourenço, possuem uma fazenda localizada no município do Mussende, província do Cuanza Sul, que está a gerar polémica.

De acordo com uma publicação angolana, essa zona em que se encontra a fazenda está a ser alvo de atividade de exploração de diamantes. No entanto, o problema deve-se ao facto de que a mesma dispõe apenas de uma licença para atividade agrícola.

Com uma área de 45 mil hectares, a referida fazenda possui uma superfície que no passado serviu de zona de exploração de diamantes pela UNITA. Os guerrilheiros de Jonas Savimbi, antigo dirigente do maior partido da oposição no país, tratavam o local por “CAP- Kwanza Sul”.

Em período de paz, o espaço passou para o antigo Vice-Presidente da Assembleia Nacional, João Lourenço. Mas ao ter concorrido à Presidência da República nas eleições gerais de 2017, o chefe de Estado transferiu a titularidade da fazenda para quatro sobrinhos da Primeira Dama.

Os diamantes começaram a ser explorados desde o ano antepassado, numa zona que abrange a margem do Rio Kwanza, com recursos a maquinarias vindas da África do Sul. As pedras preciosas encontradas são, alegadamente, reencaminhadas para a província de Malanje, limitada ao norte de Mussende.

O receio em relação ao tema é de que o assunto venha um dia a ser aproveitado pela oposição política, principalmente a UNITA. Isto porque a formação política tem desafiado frequentemente o Presidente para que divulgasse a declaração pessoal de bens.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo