Angola

Angola: FMI alerta para subida “drástica” de riscos económicos

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou que os riscos económicos em Angola “aumentaram de forma drástica”. No entanto, referiu que o empenho das autoridades deverá assegurar que o programa de ajustamento continue no caminho certo. 

“Os riscos subiram dramaticamente, mas a resposta política forte das autoridades e a perseverança na implementação das reformas vai ajudar o programa a manter o rumo”, pode ler-se na terceira avaliação detalhada ao programa de ajustamento financeiro de Angola. 

“A determinação do Governo em atacar a crise de frente com o apoio financeiro internacional significativo, através do aumento do empréstimo, a iniciativa da suspensão do serviço da dívida e a reestruturação da dívida, são críticos para manter o programa no rumo certo”, referem os técnicos do FMI. 

As observações foram feitas no documento onde é analisado o desempenho do país africano entre dezembro de 2019 e junho de 2020. 

Para o FMI, Luanda tem conseguido manter uma política orçamental cautelosa e avançado ainda com a gestão da dívida e das reformas. Também conseguiu “um equilíbrio entre as políticas cambiais e monetárias face ao impacto económico da pandemia de Covid-19″. 

A implementação das reformas estruturais, entre as quais o programa de privatizações, “vai ajudar a diversificar a economia e a melhorar as perspetivas de crescimento potencial, enquanto a nova rede de segurança vai melhorar as dificuldades para os mais vulneráveis”. 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo