Angola: FMI prevê recessão para este ano e crescimento em 2021

O Fundo Monetário Internacional (FMI), através do documento intitulado “Perspetivas Económicas Regionais da África Subsaariana”, que em 2020 é exclusivamente dedicado aos impactos da pandemia da Covid-19, prevê que a economia de Angola vai contrair 1,4% neste ano.

Tal previsão é feita após ter sido registada uma recessão de 1,5% em 2019. No entanto, é também referido que a economia irá voltar a crescer em 2021, com uma taxa prevista de 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB).

Está igualmente prevista uma subida da dívida pública, de 109,8% do PIB no ano passado para 132,2% e 124,3% em 2021, devido às necessidades de financiamento para superar a descida dos preços do petróleo e a despesa necessária para controlar o surto do novo coronavírus.

“O crescimento nos países exportadores de petróleo deve cair de 1,8 por cento em 2019 para -2,8 este ano, uma revisão de 5,3 pontos percentuais face às previsões de outubro”, pode ler-se no documento, que indica que a Nigéria, o maior exportador da região, deve contrair 3,4%.

Num quadro de incerteza ainda maior que o habitual, o FMI antecipa que a África subsaariana tenha um crescimento negativo de 1,6%, o maior de que há registo e 5,2% abaixo das previsões de outubro, prevendo que em 2021 o continente volte a crescer, com o PIB a expandir 4,1%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin