Angola: FNLA e PRS pedem ao Executivo para reabastecer mercado

A Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) e o Partido de Renovação Social (PRS) apelaram ao Executivo para que este redobrasse os esforços de manter os produtos da cesta básica disponíveis à população durante o período de estado de emergência.

Para o porta-voz da FNLA, Jerónimo Makana, o reabastecimento do mercado a nível de bens essenciais poderá resolver as necessidades básicas do povo angolano durante o período de emergência, adotado para travar a pandemia da Covid-19, uma vez que estes produtos começam a escassear no mercado e que os preços têm vindo a subir bastante.

“Não sabemos até quando vai durar o estado de emergência. Se não se criar condições de reabastecimento, a fome vai matar a população”, afirmou.

A declaração foi feita após vários cidadãos da província de Luanda terem reclamado da escassez de produtos da cesta básica, além daqueles que se encontram disponíveis estarem com preços elevados.

O secretário-geral do PRS, Rui Malopa Miguel, manifestou igualmente a sua preocupação com a situação da população, considerando que a quarentena foi decretada numa altura em que não existem condições mínimas de sobrevivência para as famílias necessitadas.

“O estado de emergência encontrou as famílias fragilizadas socialmente. Muitas delas dependem da venda diária para o seu sustento”, referiu, apelando ao Governo o reforço do abastecimento de alimentos, água e fármacos para ajudar a população a prevenir-se da Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Membro da FNLA agredido por delegados de lista

Angola: Membro da FNLA agredido por delegados de lista

O primeiro secretário provincial da FNLA no Bié, António Muhongo, foi espancado recentemente por delegados de lista, de acordo com…
Guiné-Bissau: Adolescente morre depois de suposta tortura em ritual de fanado

Guiné-Bissau: Adolescente morre depois de suposta tortura em ritual de fanado

O corpo sem vida de Amadu Serra, 17 anos, foi levado esta segunda-feira para o hospital regional de Buba, sul…
Apoios extraordinários  pagos às famílias a partir de 20 de outubro

Apoios extraordinários pagos às famílias a partir de 20 de outubro

Os apoios extraordinários a titulares de rendimentos e de prestações sociais das famílias (de 125 euros), jovens e crianças (de…