Angola: Frente Patriótica sem plano de candidaturas para as eleições

A Frente Patriótica Unida (FPU) ainda não decidiu sobre os moldes em que irá concorrer às eleições gerais de 2022, segundo o líder do Bloco Democrático, Filomeno Vieira Lopes. No entanto, já está decidido que Adalberto Costa Júnior será o candidato à Presidência da República de Angola e Abel Chivukuvuku à vice-presidência. 

Os dirigentes da UNITA, Costa Júnior, do Bloco Democrático, Vieira Lopes, e do projeto PRA-JA Servir Angola, Chivukuvuku, anunciaram nesta semana a formação da FPU. Resta saber como é que esta organização política se vai apresentar às eleições ao nível de listas eleitorais. 

De acordo com Vieira Lopes, cada passo dado vai ter sempre em linha de conta os obstáculos impostos e que podem surgir pelo poder instituído. Isto porque, explicou, da mesma maneira que o Tribunal Constitucional pode inviabilizar a UNITA e o seu líder, Costa Júnior, pode fazê-lo em relação ao seu próprio partido, o Bloco Democrático. 

“Nós estamos num Estado de arbitrariedade tal em que tudo pode acontecer. Tudo hoje depende da vontade do partido no poder”, criticou. 

Assim, as formas e modelos em que a FPU vai apresentar-se no pleito eleitoral poderão variar, uma vez que talvez tenham de ultrapassar as barreiras que surgirem durante o percurso. “A forma será aquela mais adequada em função das restrições que nos serão impostos por um poder arbitrário”, reiterou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin