Angola garante que relações com Brasil vão continuar firmes

Uma fonte do Ministério das Relações Exteriores de Angola avançou que as relações do país com o Brasil vão manter-se firmes, apesar dos recentes episódios ocorridos na Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) no país. 

Segundo a mesma fonte, a situação que envolve a IURD trata-se de um “mero acidente de percurso”. Assim, prosseguiu, as autoridades de ambos os Estados saberão ultrapassar esta situação, usando os canais próprios para tal. 

Foi assim que se pronunciou sobre o facto de em Angola estarem a decorrer processos judiciais contra membros da IURD, acusados de crimes financeiros e de ordem moral no país africano. Uma vez que Angola é um Estado democrático, lembrou, existe separação de poderes e as autoridades políticas não poderão intervir ou influenciar o que está a decorrer em tribunal. 

Foi igualmente destacado que há razões muito mais ponderosas e positivas nas relações entre os países do que um “mero acidente de percurso”. Como tal, defendeu, não devem ser esquecidos os fortes laços de sangue, cultura, amizade, fraternidade e cooperação ao longo da História 

São esses laços que “impedem a tomada de qualquer decisão emotiva e precipitada, suscetível de pôr em causa os interesses recíprocos dos dois Estados, que desde 1975 sempre pautaram as suas relações com base no respeito recíproco e no interesse mutuamente vantajoso”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin