Angola gasta 32 mil milhões de kwanzas contra Covid-19

O Governo angolano já usou 32 mil milhões de kwanzas (cerca de 42 milhões de euros) no combate à pandemia da Covid-19. A quantia foi divulgada pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, em Luanda.

De acordo com a governante, o dinheiro foi investido em logística, formação e infraestrutura para a prestação de um serviço de qualidade. Foram construídos, por exemplo, hospitais de campanha nas províncias do Cunene e Lunda Norte, bem como o Centro de Tratamento do KM30, em Luanda, e estão em construção os de Benguela, Cabinda e Uíge.

O país regista um total de cerca de 21 mil casos de Covid-19 desde que surgiu em Angola, no ano passado. Desses casos, aproximadamente 500 resultaram em óbitos, tendo havido cerca de 19.500 recuperados.

Lutucuta realçou a ajuda das agências das Nações Unidas, avaliado em 6.2 milhões de dólares em reagentes e material de biossegurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

A ilha cabo-verdiana de Santo Antão registou uma redução “drástica” no número de turistas em 2020, uma vez que foram contabilizados apenas 12.620 no ano passado. Este…
Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

O Banco Mundial (BM) prevê que a economia moçambicana recupere gradualmente ainda neste ano de 2021. No entanto, alerta para os riscos significativos de uma queda, devido à incerteza sobre o caminho…
Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

O Procurador-Geral da República de Timor-Leste, Alfonso Lopez, informou que o Ministério Público registou 2.577 casos pendentes a nível nacional. O anúncio foi…
Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin