Angola: Governo admite que quase metade da população não tem registo de nascimento

O Governo angolano declarou esta terça-feira, 19 de fevereiro, que 46% da população ainda não tem registo de nascimento. A informação foi divulgada pela diretora nacional do Arquivo e Identificação Criminal e Civil do Ministério da Justiça e Direitos Humanos, Felismina Manuel.

“Vou dar aqui a mão à palmatória, temos dificuldades sim. A nossa base de dados tem nove milhões de bilhetes de identidade”, disse a responsável, referindo que existem dificuldades na emissão de bilhetes de identidade e de cédulas. As províncias onde existem mais documentos de identificação são Luanda, Huíla, Benguela, Cabinda e Uíje.

A Handeka, organização não governamental, tem defendido que o Estado deve registar os 11 milhões de “não-cidadãos” com base no cartão de eleitor. Para a presidente da Associação, Alexandra Simeão, “ao entregar um cartão de eleitor, o Estado está a dar ao cidadão a presunção de nacionalidade, pois autorizando-o a votar, está a assumir que é angolano, isto porque apenas os cidadãos nacionais podem votar”.

De acordo com os dados do último censo geral da população, feito em 2014, cerca de 54% dos angolanos tinham registo civil nessa altura, o que correspondia a 13,7 milhões de habitantes, dos quais cerca de 11 milhões se encontravam em áreas urbanas e os restantes em zonas rurais. O censo indicou ainda que Angola contava com mais de 25 milhões de habitantes, estimando-se que possa alcançar os 30 milhões em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia diz que não entra na NATO se garantirem segurança do país

Ucrânia diz que não entra na NATO se garantirem segurança do país

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, garantiu nesta quinta-feira, 10 de março, que o país está disposto…
Portugal respeita posição de Angola sobre guerra na Ucrânia

Portugal respeita posição de Angola sobre guerra na Ucrânia

O novo Embaixador português em Angola, Francisco Duarte, entregou nesta quarta-feira, 09 de março, cartas credenciais no Palácio Presidencial em…
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Aumento do Salário mínimo

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Aumento do Salário mínimo

O São-tomense e sindicados chegam ao consenso sobre o salário mínimo na função pública que sobe já a partir de…
SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Vila Nova arranca a semana da economia

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE: Vila Nova arranca a semana da economia

São Tomé-10-Mar-2022- Iniciou na passada segunda-feira a semana nacional de Economia Azul, e foi presidido pelo Presidente da República Carlos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin