Angola: Governo prevê crescimento de 2,4% em 2022

O Governo angolano prevê regressar ainda em 2021 ao crescimento positivo, esperando uma subida económica de 0,2%, segundo o Orçamento do Estado. Já para 2022 estima um aumento de 2,4%, refere o “Ver Angola”. 

A proposta de orçamento aprovada na Assembleia Nacional a 09 de novembro indica que o país deverá regressar ao crescimento positivo ainda neste ano, após cinco anos consecutivos de recessão económica. 

Tal deveu-se à descida dos preços do petróleo, em 2016, tendo as medidas de combate à Covid-19 piorado a situação a partir de 2020. 

É igualmente mencionado que, devido à valorização em quase 10% do kwanza, moeda angolana, de janeiro a setembro deste ano, o rácio da dívida deverá descer para cerca de 82% no final deste ano. Isso irá permitir ao país o regresso aos mercados de dívida internacionais em 2022, segundo a ministra das Finanças, Vera Daves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin