Angola: Governo promete 456 casas para vítimas em Luanda

O Presidente angolano, João Lourenço, aprovou a abertura de um concurso público para a concessão de um contrato de empreitada no valor de 24,6 milhões de dólares norte-americanos. A quantia servirá para a construção de 456 casas sociais e respetivas infraestruturas técnicas.

Aos 24,6 milhões de dólares acrescem 739 mil dólares do contrato de fiscalização. O objetivo de construir essas habitações consiste em realojar populações vítimas de desastres naturais e em situação de vulnerabilidade em Luanda.

Apesar de o despacho presidencial 118/21 não avançar quais serão as famílias realojadas, considera-se a hipótese de essas casas serem destinadas às quase 500 famílias que perderam as suas casas devido a um incêndio ocorrido no Bairro do Povoado/Caboledo.

O ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território vai ser responsável pelos procedimentos relativos ao concurso, indica o documento assinado pelo chefe de Estado. Já a ministra das Finanças deverá garantir os recursos financeiros necessários para a execução dos contratos e a inscrição dos projetos no Programa de Investimento Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin