Angola: Governo recorre a mercados internacionais para angariar até três mil milhões de dólares

O Governo de Angola quer angariar até três mil milhões de dólares (2,71 mil milhões de euros) nos mercados internacionais ainda neste ano ou no princípio de 2020.

Através de uma nota enviada aos clientes, o gabinete de estudos do Banco Fomento Angola refere que a equipa do Ministério das Finanças reuniu-se com vários investidores na semana passada em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, numa operação que irá ser apoiada pelo Deutsche Bank, ICBC e Standard Chartered.

A autorização presidencial para esta emissão foi publicada no dia 07 de novembro, onde está escrito que “é autorizada a ministra das Finanças, no âmbito do Programa Global de Médio Prazo para a Emissão de Títulos de Dívida Soberana, a emitir títulos de dívida soberana nos mercados internacionais sob a forma de Eurobonds, até ao montante de 3 mil milhões de dólares ou o equivalente em outros moedas, em uma ou mais séries”.

A aprovação de mais estes encargos deverá aumentar o rácio da dívida pública em mais de três pontos percentuais face ao Produto Interno Bruto (PIB) do país, sendo a estimativa do Fundo Monetário Internacional (FMI) de que valha cerca de 90 mil milhões de dólares (cerca de 81 mil milhões de euros).

Também de acordo com os dados do FMI, divulgados no passado mês de outubro, este rácio deverá ficar, no final de 2019, nos 95% do PIB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Luanda recebe angolanos fugidos da Ucrânia

Angola: Luanda recebe angolanos fugidos da Ucrânia

Os angolanos que moravam na Ucrânia e decidiram fugir, incluindo estudantes bolseiros refugiados em Varsóvia, na Polónia, chegaram a Luanda…
Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

A Rússia rejeitou nesta segunda-feira, 07 de março, a proposta da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) para uma reunião…
Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

Moçambique: INSS apela a contribuintes da empresa Dougongo Cimentos a aderir ao uso do sistema on-line

A brigada da Delegação distrital do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) de Matutuine, na província de Maputo, deslocou-se, na…
Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

Cabo Verde: Walter Barros luta contra a criminalidade com o projeto “Believe”

O projeto “Believe”, foi criado dentro da cadeia de são Martinho pelo Walter Barros, em novembro de 2017 depois de…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin