Angola: Governo recupera USD 5 biliões no combate à corrupção

O Governo angolano recuperou, até ao momento, ativos avaliados em mais de 5,3 mil milhões de dólares no âmbito do combate à corrupção. Dessa quantia, foram recuperados 2,7 mil milhões de dólares em dinheiro e o restante encontra-se repartido em imóveis e títulos. 

Os dados foram avançados pelo vice-governador provincial de Benguela para o Sector Técnico e Infraestruturas, Adilson Gonçalves. O dirigente discursou na abertura da conferência provincial sobre os papéis da Procuradoria-Geral da República (PGR) e da Inspeção Geral da Administração do Estado (IGAE) no combate à corrupção no seio entre efetivos das Forças de Defesa e Segurança. 

Ainda de acordo com Gonçalves, foram investigados, desde 2018, mais de 1.500 processos pelos órgãos judiciais. Alguns deles já foram julgados, o que possibilitou a recuperação desses ativos. 

 Foi lembrado que “o Executivo, ciente de que a corrupção abala os alicerces de qualquer sociedade, lançou, há mais de três anos um conjunto de reformas, visando o combate àquele fenómeno”

A estratégia nacional de combate à corrupção tem como objetivo a articulação e atuação conjunta de órgãos e entidades públicas e privadas que trabalham com a fiscalização, controlo e diligências, de maneira a aperfeiçoar o combate ao crime em questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin