Angola: Inquérito revela que povo não confia na CNE

A maioria dos cidadãos em Angola não confia na Comissão Nacional Eleitoral (CNE), de acordo com os dados de um novo inquérito do Afrobarometer. Segundo os números obtidos, apenas um em cada cinco cidadãos acredita na CNE. 

Estes resultados foram divulgados a poucos meses das eleições gerais, previstas para agosto. Cerca de metade dos angolanos afirmou que a CNE atua de forma neutra, mas a confiança na entidade gestora do processo eleitoral decaiu do nível mais baixo registado há três anos. 

A Afrobarometer concluiu que só um em cada cinco angolanos (21%) disseram confiar “de alguma forma” ou “muito” na CNE, o que representa menos 6% comparativamente a 2019. São mais homens (25%) do que mulheres (17%) aqueles que confiam na CNE. 

Os cidadãos residentes nas zonas rurais (27%) manifestaram maior confiança do que os das zonas urbanas (18%). O mesmo acontece com os que possuem ensino primário ou sem educação formal (26% e 27%) comparativamente aos que possuem o ensino secundário ou universitário (17% e 19%). 

Cerca de metade (48%) dos inquiridos disseram que a CNE atua de forma neutra, e aproximadamente um terço (32%) considera que a entidade favorece um grupo particular.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Chivukuvuku diz que FPU aceitou resultados eleitorais por pressão internacional

Angola: Chivukuvuku diz que FPU aceitou resultados eleitorais por pressão internacional

O coordenador do projeto político PRA-JA, Abel Chivukuvuku, afirmou que a Frente Patriótica Unida (FPU) venceu as eleições de 2022,…
Portugal vê Cabo Verde como um exemplo para transição energética

Portugal vê Cabo Verde como um exemplo para transição energética

O diretor de Energia e Geologia de Portugal, Jerónimo Cunha, considera que Cabo Verde, apesar de ser um país pequeno,…
Timor-Leste: Xanana pede a jovens que deixem as artes marciais

Timor-Leste: Xanana pede a jovens que deixem as artes marciais

O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, apelou aos jovens timorenses residentes no país e na diáspora para deixarem de praticar…
Missão do CCISP intensifica a cooperação entre Portugal e Timor no ensino superior, investigação e ciência

Missão do CCISP intensifica a cooperação entre Portugal e Timor no ensino superior, investigação e ciência

A iniciativa de promoção externa contou com a presença de representantes de onze instituições portuguesas de ensino superior politécnico. A…