Angola: JES prepara defesa contra acusações de corrupção

O antigo Presidente de Angola, José Eduardo dos Santosquer provar a sua inocência em tribunal e esclarecer as “zonas cinzentas” dos escândalos de corrupção. Entre eles está o caso da Sonangolonde o seu nome surge como alegado cérebro. 

A defesa do antigo governante está então a ser preparada contra todas as acusações de envolvimento em atos de corrupção de que tem sido alvo em Angola. O nome de José Eduardo dos Santos surge numa lista de acusações, entre as quais de envolvimento da Suninvest, empresa ligada à Fundação José Eduardo dos Santos (FESA). 

Esse negócio terminou na apropriação alegadamente ilícita de terrenos nas encostas do Miramar, em Luanda, e com a construção, na mesma área, do Hotel Intercontinental, inaugurado no ano passado. 

É igualmente referida na lista a parceria estabelecida entre a petrolífera estatal angolana Sonangol e o grupo chinês China International Fund (CIF), liderado pelo empresário sino-britânico Sampa Pa, detido em Pequim por suspeitas de desvios de avultados recursos chineses em diversos negócios em Angola. 

Após as suspeitas de corrupção detetadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, José Eduardo dos Santos disse que iria provar a sua inocência em tribunal perante as acusações de que é alvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin