Angola: JES regressa ao país depois de dois anos de ausência

O antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos volta a Luanda nesta terça-feira, 14 de setembro, depois de ter estado ausente do país durante dois anos. Recorde-se que o ex-governante tem vivido em Barcelona, cidade de Espanha, desde 2019.

Quando chegar a Angola, José Eduardo dos Santos será recebido por oficiais do protocolo de Estado, de acordo com uma fonte do Executivo. O ex-chefe de Estado tem residência no bairro Miramar, em Luanda.

Nos últimos tempos, José Eduardo dos Santos tem feito deslocações regulares ao Dubai para se encontrar com a filha, a empresária Isabel dos Santos, que é visada em processos judiciais em diversos países, como Angola e Portugal.

Desde que João Lourenço assumiu o poder, em setembro de 2017, foram alvo na Justiça angolana alguns dos colaboradores mais próximos e também familiares de José Eduardo dos Santos, incluindo os filhos Isabel dos Santos e José Filomeno dos Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin