Angola

Angola: João Lourenço adota medidas urgentes para combater coronavírus

João Lourenço

O Presidente angolano, João Lourenço, declarou nesta quarta-feira, 18 de março, em Luanda, que o Governo decidiu tomar medidas excecionais urgentes para evitar que o novo coronavírus (Covid-19) entre no país, de forma a que seja salvaguardada a vida e a segurança da população.

Numa mensagem dirigida à Nação, relacionada com esta pandemia, o governante apelou aos cidadãos angolanos e estrangeiros residentes no país para que observem com rigor as medidas constantes no Decreto Legislativo Presidencial Provisório n.º 1/20, de 18 de março, que destaca a suspensão, a partir das 0:00 horas deste mês, de todos os voos comerciais e privados de passageiros de Angola para o exterior e vice-versa por 15  dias, prorrogáveis por igual período de tempo.

O chefe de Estado frisou que o surto do vírus iniciado na China alastrou-se por todo o planeta, tendo havido um aumento significativo de casos na Europa e em outras partes do mundo, o que obriga a um esforço redobrado e a medidas de precaução para controlo do Covid-19.

Perante este quadro que considera preocupante, acrescentou, o Governo angolano tem vindo a agir, tomando medidas especiais que permitam controlar o impacto negativo da pandemia a nível nacional e os seus efeitos na vida dos cidadãos.

Em Angola ainda não foi registado qualquer caso, tendo sido feitas despistagens de casos com resultados negativos em centenas de passageiros rastreados no aeroporto internacional, uma vez que vinham de países de alto risco de contágio.

João Lourenço realçou que tem contado com o apoio e a ajuda da Organização Mundial da Saúde, organismos do sistema das Nações Unidas, do Banco Mundial e de outras instituições e entidades públicas e privadas, religiosas e a sociedade civil em geral, aos quais manifestou o seu agradecimento.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo